domingo, setembro 26, 2021

OFÍCIO 001-2021 – ENTIDADES CAIXA – MEDIDAS PANDEMIA

Brasília/DF, 15 de março de 2021
OFICIO 001/2021 – ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS EMPREGADOS CAIXA
Ilmo. Sr.
Pedro Duarte Guimarães
Presidente da Caixa Econômica Federal
Brasília – DF
Assunto: Medidas atenuantes de proteção aos empregados e clientes – COVID 19
Senhor Presidente,
1. Diante do recrudescimento da crise sanitária e da retomada do pagamento de Auxílio Emergencial
através da rede de atendimento da Caixa, expomos e requeremos o seguinte:
2.1 A estrutura de atendimento das agências encontra-se bastante comprometida, não só pela demanda
que há de vir, mas pelo quantitativo de empregados que deixaram a empresa nos sucessivos Planos de Demissão
Voluntária dos últimos anos, bem como aos trabalhdores em regime de home office, pertencentes ao grupo de
risco.
2.2 A elevada exposição ao contágio do coronavírus é real, tanto para os empregados quanto para os
clientes e beneficiários do Auxílio Emergencial, estes em situação de extrema vulnerabilidade.
2.3 A dispensa de recepcionistas e vigilantes externos fragilizou a qualidade e a celeridade do atendimento,
trazendo sérios riscos de conflitos e agressões, como se verificou na primeira fase do pagamento do benefício.
2.4 A continuidade da insistente cobrança de resultados, mesmo em condições adversas, tem levado os
gestores das agências a significativo estresse emocional e acometimento de enfermidades físicas e psíquicas, o
que pode ser constatado pelas unidades de pessoas.
3. Dadas as razões aqui trazidas, confiantes que V.Sa. há de ponderar a situação apresentada, requeremos
que seja viabillizada, com a urgência que a gravidade do tema impõe, a adoção de medidas no sentido de:
a) Viabilizar a vacinação dos empregados da Caixa, incluindo os que se encontram em home office,
atribuindo prioridade às equipes que atuam diretamente com o público;
b) Disponibilizar recepcionistas e vigilantes externos para dotar as unidades de condições de pleno
atendimento, mitigação de risco de conflitos;
c) Determinar a abstenção de medidas que visem atribuir aos gestores das unidades responsabilidade
sobre a existência de filas externas;
d) Suspender a cobrança de metas e o ranqueamento de unidades e empregados, enquanto perdurar a
situação atípica de mobilização para atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial;
e) Ajustar o calendãrio de atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial sem a inclusão dos
sábados, como forma de não sobrecarregar a jornada de trabalho dos funcionários que estão na linha
de frente;
f) E promover a suspensão de medidas que visem transferir ou movimentar empregados neste momento
agudo da pandemia.
4. Na certeza de que as presentes pretensões serão entendidas como sincera contribuição para que a
imagem da Caixa seja preservada e fortalecida e, principalmente, vidas sejam preservadas, contamos com seu
pronto deferimento.

Entidades representativas os empregados caixa

Últimas Notícias

Onyx sinaliza que pacote trabalhista voltará ao Congresso após rejeição no Senado

Senado rejeitou nova reforma trabalhista (MP 1.045/21) no começo deste mês O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni (foto),...

Brasil tem 34,4% dos trabalhadores vivendo com até um salário mínimo

Nunca tantos brasileiros viveram com uma remuneração que equivale ao piso nacional ou menos: 30,2 milhões de pessoas. Reajustado apenas pela inflação,...

Banco do Brasil convida os funcionários que não integram grupo de risco para trabalho presencial

Na manhã desta quinta-feira (16), a CONTEC foi comunicada pelo Banco do Brasil, que – levando em conta as medidas protetivas atualizadas...

Febraban desembarca do governo Bolsonaro em oposição à política econômica de Guedes

Não foram a Caixa e o Banco do Brasil que desembarcaram da Febraban. É a Febraban que está rompendo com a política...

Contec se reúne com Advocef e AudiCaixa para debater situação da Funcef e SaúdeCaixa

Nesta terça-feira (31), a diretoria da CONTEC recebeu em sua sede representantes da Advocef e da AudiCaixa para tratar de assuntos institucionais...