terça-feira, fevereiro 27, 2024

Justiça obriga Bradesco a reintegrar bancária demitida durante a pandemia

Trabalhadora volta ao trabalho, com todos os benefícios, depois de ser demitida durante tratamento psicológico em consequência da pressão por metas abusivas em plena crise de infecção pelo novo coronavírus

A 7ª Vara do Trabalho de Porto Alegre acolheu a tese da liminar do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários), que comprovou que a bancária fora demitida quando estava em tratamento de saúde e devido à ausência de exame apto para a dispensa. O banco também havia descumprido acordo de não demitir durante a pandemia.

A reintegração restabelece, além do vínculo de emprego, todos os benefícios garantidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria e pelos acordos coletivos específicos firmados pelo movimento sindical com os bancos. Entre esses benefícios estão direito a férias, 13º salário, Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e plano de saúde.

nota veiculada pelo sindicato ressalta que “o Judiciário tem se mostrado sensível no combate às arbitrariedades praticadas pelos banqueiros, especialmente nesse período de pandemia, em que os bancários estão adoecendo e sofrendo extremo desgaste psicológico”.

Últimas Notícias

Imposto de Renda 2024: mudança na tabela progressiva afeta MEI? O que é DASN?

No início de fevereiro, o governo federal anunciou a atualização da tabela progressiva do Imposto de Renda (IR) com a isenção do pagamento para...

Desenrola das empresas: programa de renegociação de dívidas pode ter 8 milhões de beneficiados

Aproximadamente 6 milhões de microempreendedores individuais, além de outras 2 milhões de pequenas empresas que recolhem impostos pelo regime de tributação do Simples Nacional,...

Bancos não abrem no Carnaval

Agências bancárias de todo o Brasil não terão atendimento presencial na segunda-feira (12) e na terça-feira (13) de Carnaval. O funcionamento será retomado na Quarta-feira...

Relator no STF vota para permitir demissão de funcionário concursado de estatal sem justa causa

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quarta-feira para considerar constitucional a dispensa imotivada de empregado de...

CONTEC anuncia a criação do Conselho Contec Mulher

A Contec tem o prazer de anunciar a criação do Conselho Contec Mulher, uma iniciativa pioneira destinada a promover a igualdade de...