quinta-feira, julho 7, 2022

Governo lança canal para registro de denúncias trabalhistas on-line

Objetivo é que o trabalhador não tenha que ir a uma das unidades das superintendências regionais do Trabalho do Ministério da Economia para registrar uma reclamação.

Imagem removida pelo remetente. Carteira de trabalhoCarteira de trabalho – Marcello Casal/ Agência Brasil

Brasília – A Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia lançou um canal para registro de denúncias trabalhistas no portal Gov.br. Com a nova ferramenta, o objetivo é que o trabalhador não tenha que ir a uma das unidades das superintendências regionais do Trabalho do Ministério da Economia para registrar uma reclamação.

Assim, diz a secretaria, há redução de custos e melhora na gestão pública, e servidores que atuavam no atendimento presencial poderão ser deslocados para realizar outras atividades.

Como denunciar
O canal pode ser usado para denúncias, reclamações e registro de irregularidades trabalhistas. É preciso cadastrar o CPF – Cadastro de Pessoas Físicas – e uma senha na área de acesso ao portal Gov.br.

Não é possível fazer denúncia anônima, mas os dados do denunciante são sigilosos e não serão divulgados no curso de uma possível fiscalização. O tempo estimado para realizar uma denúncia trabalhista é de cerca de 15 minutos.

No caso de trabalho análogo ao de escravo, não é exigida a identificação do denunciante no Gov.br, mas a denúncia deve ser feita pelo Sistema Ipê, disponível também no portal Gov.br.

Fonte: O Dia

Diretoria Executiva da CONTEC

Últimas Notícias

Inscrições abertas para o 1⁰ Encontro CONTEC Mulher

Atenção bancárias, securitarias e cooperadas! Nesta sexta-feira (01), a CONTEC vai promover um encontro virtual, somente com mulheres.

Fundos de pensão de estatais têm rombo de R$ 24 bi, e governo vai brecar aportes extras

Os fundos de pensão de estatais voltaram a acumular déficit no primeiro trimestre deste ano, que chega a R$ 24,2 bilhões, segundo...

Datafolha: 1 em cada 4 brasileiros diz que falta comida em casa

Desemprego mais longo preocupa, e Auxílio Brasil chega a 22%, mostra pesquisa Mesmo com a leve desaceleração da inflação...

Entidade avalia ir ao Supremo contra decisão do STJ sobre planos de saúde

O assunto repercutiu no Congresso. Nesta quarta, o senador Fabiano Contarato (PT-ES) apresentou projeto de lei. Entidades ligadas a...