quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Caixa abrirá 30 milhões de poupanças gratuitas para brasileiros sem conta

Medida busca evitar aglomerações em agências bancárias para pagamento de auxílio de R$ 600

Reprodução

Caixa abrirá 30 milhões de poupanças para brasileiros sem contas bancárias receberem auxílio de R$ 600

A Caixa Econômica Federal abrirá ao menos 30 milhões de contas poupanças para os brasileiros que têm direito ao auxílio emergencial de R$ 600 e não têm conta em banco. O objetivo da medida é evitar aglomerações em agências bancárias, sem que haja necessidade de sacar os recursos, que já terão um destino, e fazer o benefício chegar a quem não está no sistema financeiro. O auxílio emergencial tem prazo de validade de três meses.

Leia também: Auxílio de R$ 600 já tem datas para ser pago; saiba como receber

A Caixa detalha a logística do pagamento do auxílio de R$ 600 na tarde desta terça-feira (7), em transmissão ao vivo. Estiveram presentes no início da apresentação Pedro Guimarães, presidente do banco, Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, e Gustavo Canuto, presidente do Dataprev. Na sequência, dúvidas da imprensa são tiradas por técnicos das três áreas.

O primeiro anúncio do pagamento do auxílio emergencial, que oficializou o lançamento do aplicativo, já disponível para Android e iOS, e a data dos pagamentos, ocorreu por volta das 9 horas desta terça, o que gerou grande repercussão. Em cerca de seis horas, 15 milhões de SMS foram enviados pela Caixa, ou seja, 15 milhões já se candidataram a receber o benefício. Mais de 10 milhões de cadastros já foram concluídos com sucesso. Ainda pela manhã, o banco público anunciou uma segunda transmissão ao vivo, que foi iniciada às 15h, para detalhar a liberação dos recursos.

A movimentação em torno do ‘ coronavoucher ‘ chegou, inclusive, a derrubar o site da Caixa por alguns minutos. A página já superou 31 milhões de visualizações nesta terça. O aplicativo para Android já foi baixado por 6 milhões de brasileiros, e a expectativa do governo é que o app se torne o mais baixado do mundo. A opção de se inscrever como candidato a receber o auxílio por telefone também já foi muito usada: mais de 330 mil ligações já foram feitas ao número 111.

A Caixa ressalta que os brasileiros que já estão inscritos no Cadastro Único não precisam ir atrás da candidatura ao auxílio emergencial, já que a Dataprev vai incluí-los automaticamente no primeiro lote de pagamento dos benefícios.

O público que deve buscar a inscrição nos meios oferecidos pela Caixa, seja o aplicativo, o site ou o telefone, são contribuintes informais e MEI. Beneficiários do Bolsa Família também são automaticamente cadastrados no CadÚnico, então não devem fazer nenhum requerimento.

Hoje, o número de inscritos no Cadastro único é de 75 milhões de pessoas; no Bolsa Família, há dados de 43,6 milhões, sendo 31,4 milhões que estão somente no cadastro e não propriamente como beneficiários do programa de transferência de renda.

Confira o calendário de pagamentos do auxílio

Os pagamentos do auxílio já começam nesta quinta-feira (9). Para receber na primeira data, é preciso ter conta no Banco do Brasil ou conta poupança na Caixa e enviar os dados até o final desta terça (7). A partir do dia 14 começa o pagamento para os demais.

As duas primeiras levas do benefício serão pagas em abril, sendo a primeira realizada até o dia 14 de abril e a segunda parcela entre os dias 27, 28, 29 e 30 deste mês. A data exata do pagamento depende da data de aniversário do beneficiário: quem nasceu em janeiro, fevereiro e março recebe antes, no dia 27, e assim por diante, até todos receberem ao final do mês.

As datas valem tanto para os novos inscritos no auxílio emergencial quanto para os que já tinham registro no CadÚnico. A princípio, os pagamentos para beneficiários do Bolsa Família não mudarão de data.

A terceira parcela vai ser paga nos dias 26, 27, 28 e 29 de maio. Segundo o governo, nos próximos 45 dias serão liberados cerca de R$ 98 bilhões entre as três liberações.

Para quem tem conta em outros bancos, a Caixa fará os depósitos sem nenhum tipo de cobrança. Se tem um débito na conta, o dinheiro está protegido e não será descontado, garante o governo. Mesmo que o beneficiário não entre no cadastro de imediato, o valor será pago integralmente.

Últimas Notícias

Imposto de Renda 2024: mudança na tabela progressiva afeta MEI? O que é DASN?

No início de fevereiro, o governo federal anunciou a atualização da tabela progressiva do Imposto de Renda (IR) com a isenção do pagamento para...

Desenrola das empresas: programa de renegociação de dívidas pode ter 8 milhões de beneficiados

Aproximadamente 6 milhões de microempreendedores individuais, além de outras 2 milhões de pequenas empresas que recolhem impostos pelo regime de tributação do Simples Nacional,...

Bancos não abrem no Carnaval

Agências bancárias de todo o Brasil não terão atendimento presencial na segunda-feira (12) e na terça-feira (13) de Carnaval. O funcionamento será retomado na Quarta-feira...

Relator no STF vota para permitir demissão de funcionário concursado de estatal sem justa causa

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quarta-feira para considerar constitucional a dispensa imotivada de empregado de...

CONTEC anuncia a criação do Conselho Contec Mulher

A Contec tem o prazer de anunciar a criação do Conselho Contec Mulher, uma iniciativa pioneira destinada a promover a igualdade de...